quarta-feira, 2 de março de 2016

Março

O peso que carrego, mesmo invisível para muitos, me sufoca, me soterra e estanca o fio de esperança que tento manter pulsante no meu coração.


Nenhum comentário:

Postar um comentário